Desabafos

janeiro 30, 2014

 Não sei quantas mais vezes isto irá acontecer, só sei que me acontece sempre... Pelo menos é assim que tem sido.
 Sempre que estou à espera de uma nota, fico numa ansiedade descomunal, com tremeliques e direito a não dormir bem à noite.
 Nesta época de frequências e exames tem sido um descalabro. E quando vejo que a nota já saiu na internet... Aqueles segundos que antecedem o aparecimento da pauta no ecrã, fico com o coração a mil... 
 Foi o que me aconteceu há uns minutos atrás. Vi que a professora de Fundamentos da Matemática tinha colocado as pautas na plataforma da escola, pensei: Vou chumbar e lá vou ter de ir a exame. 
 Abri a pauta e lá estava um 12,5 na última frequência e um 12 como nota final. Fiquei a tremer ainda mais (neste caso de felicidade), e ao pulos pela casa. 
 Acho que a minha mãe tem razão quando diz que eu não acredito muito nas minhas capacidades, e que devia acreditar mais. 
 Eu saio das frequências sempre a dizer que não vou passar, que não sabia nada, que correu super mal... E felizmente o que tem acontecido é que tenho obtido boas notas. 
 Só gostava de não ficar quase a morrer de ansiedade antes de as saber!
 Isto acontece com mais alguém? Contem-me tudo. Têm alguma solução?

5 comentários :

  1. Identifiquei-me tanto com o teu texto. Ando no primeiro ano na universidade também e tem-me acontecido exactamente o mesmo. Tenho andado mesmo com ansiedade já fui ao médico e tudo porque sentia o coração a mil com os nervos, mas afinal era tudo por causa da escola. Já sei duas notas, passei às duas, mas pensava que ia chumbar às duas e tal e qual como tu, saltei aos saltos pela casa porque não estáva MESMO á espera. Se sei que as notas vão sair ate ao dia x e nesse dia ainda não sairam estou sempre a fazer F5 com o coração a mil, aqueles segundos até abrir tremo por todo o lado. Tal como a ti, toda a gente me diz que sou inteligente e que apenas tenho de acreditar mais em mim e nas minhas capacidades e não acreditar sempre que corre tudo mal. Também não sei nenhuma solução para isto, espero que seja do primeiro ano e que depois com o tempo a coisa passe... Ainda bem que conseguiste até agora, as que vêm ai também vais passar de certeza, parabéns! :)

    ResponderEliminar
  2. No meu tempo (eh pah, que antiga que soei agora) eu tinha quase sempre a noção se passava ou não, mas claro havia sempre aquelas cadeiras em que ficava a pensar se teria positiva ou não. No meu caso, ficava-me pela expectativa mais baixa. Achava que ia chumbar e pronto. Se depois passava, era a felicidade total. Assim não me decepcionava tanto, mas confesso que ser pessimista também não é a melhor solução.

    ResponderEliminar
  3. Isso acontece-me sempre e eu penso sempre no pior cenário possível, mas normalmente quando estou mais nervosa para ver a nota, chumbo! (Já aconteceu este ano estar mega confiante para ver as minhas notas a cálculo 3, a frequência tinha corrido bem, a prof. acenou com a cabeça a dizer que tinha passado, vejo a pauta e sai de lá um 9 --' Olhe obrigadinho, sim?! ) Isto das engenharias e das trinta mil fisicas e termodinâmicas e Cálculos sem fins dão cabo da sanidade mental de uma pessoa!
    Agora quando estou mais ansiosa, costumo pedir a alguém para ver por mim e dizer-me... Também costumo pedir para me acordarem se tiver boa nota... =P
    Em último caso, vou vendo as notas dos amigos, "Aiii a X tive 10, mas a Y só tive 7... IHHHH o H só teve 5...Oh meu deus que vou chumbar, AH TIVE 10!" Pronto.. É isto que eu faço... E resulta... Normalmente como tenho sempre tanta coisa para marrar até me esqueço de vir ao pc ver notas... Também resulta! =D

    ResponderEliminar
  4. Também já fui assim, mas acho que não há solução ou cura para além de ganhar confiança, mesmo. Vem com o tempo, à medida que te tornas mais confiante em ti e, de certa forma, mais madura. Espero que não me interpretes mal, não pretendo julgar-te, mas é este o meu conselho :) Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Olá! Sim, isso acontece a muito mais pessoas. Fui assim na licenciatura, sou assim no mestrado! Há coisas que não mudam. Se tenho motivos? Não, mas acho sempre que vou ter uma nota miserável. Felizmente não acontece! Boa sorte:)

    ResponderEliminar