Hoje foi o dia!

setembro 15, 2014


 Pois é, hoje teve mesmo de ser! Fui cortar o cabelo! Prometi a mim mesma que na semana antes de começar a faculdade ia cortar o cabelo. 
 Não quis cortar no Verão, porque com a água do mar e da piscina ia estragar-se mais rápido.

 Eu tenho uma aversão a cabeleireiros e a cortar o cabelo. Desde sempre que quando peço para me cortarem só as pontas, saio de lá sem metade do cabelo. Opá, mas se eu quero cortar SÓ as pontas, porque me cortam mais? Eles cobram o mesmo!!! Já deixei de ir a muitos cabeleireiros por isso, e faço sempre questão de referir que não volto lá mais.

 Para terem uma noção, faz esta semana um ano que não cortava o cabelo. Isto porque, o ano passado também uma semana antes de começar a faculdade, decidi ir cortar o cabelo. Nova etapa, cabelo novo. Mas mais uma vez correu mal. Eu tinha o cabelo abaixo do peito e fiquei com ele pelos ombros. Estão a imaginar o corte? E eu pedi para cortar só as pontas. Para não me esquecer desse incidente, decidi tirar uma fotografia para poder ver a evolução do cabelo. Fiquei tão triste!

 Ora, na altura tinha o cabelo pintado, e não ter cortado nada este ano fez com que se estragasse imenso. As pontas já pareciam palha, por mais produtos que aplicasse nelas, e a quantidade de cabelos que me caíam era absurda. Por isso hoje lá fui eu, cheia de medo. Fui ao cabeleireiro que o meu irmão tem ido e tem gostado, e que é também conhecido da minha mãe de há muitos anos (sim é um homem). 

 Disse-lhe exactamente o que queria, que queria mesmo só as pontas, que era completamente direito. Bem, ele cortou um pouco mais que só as pontinhas, mas tenho de admitir que precisava. Cortou até onde tinha tinta ainda. Claro que eu, neurótica do cabelo achei que tinha sido muito. Mas se parar para pensar, está muito bem na mesma. Bastante abaixo dos ombros. Nada comparado ao ano passado.
 Estou contente com o serviço, só achei que 30€ foi demais para um corte de cabelo, num salão de uma cidade relativamente pequena como a minha.
 O que nós e a nossa carteira sofremos para ficarmos mais bonitas! :)

12 comentários :

  1. omg, pedir para cortar as pontas e ficar com pele pelos ombros é obra! Não é que não faça bem de vez em quando cortar um bom bocado mas é sempre o nosso cabelo ahah
    Eu para evitar ao máximo as pontas espigadas corto de 3 em 3 meses e o meu cabelo cresce que é obra :) ... Eu no meu cabeleireiro pago 12 por lavar cortar e secar, uma grande diferença!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gostava de conseguir cortar de 3 em 3 meses. Mas acho sempre que nesses 3 meses ele não vai crescer o que se cortou. Paranoias eheh
      Uma grande diferença mesmo :o Tenho de encontrar um assim. Mas por exemplo, ele cobrou ao meu irmão 10€ pelo mesmo serviço.

      Eliminar
  2. Afinal não sou a única cm trauma para cortar cabelo eheh mas VA as vezes e preciso...mas custa ah se custa. 30€ e muito só para cortar e tendo em conta ser uma terrinha pequena cm dizest. deve ter doido na carteira. Aqui onde moro levam esse valor para pintar o cabelo e são super profissionais.

    ResponderEliminar
  3. 30€ para cortar as pontas?? Grande dose! Eu também tenho essa aversão aos cabeleireiros. Levei um ano e tal a cortar o cabelo em casa, porque estava com esse trauma, até que decidi que tinha que ir a alguém especialista, mas foi um acontecimento trágico! Lol. Para além de me cortarem super, ainda me cortaram mal, ficou em forma de V um tanto ou quanto desalinhado. Solução? Extensões...e eu que não era adepta dessas coisas, mas teve que ser porque estava tristíssima com o cabelo.

    ResponderEliminar
  4. 30€?? irra que puxado, só para cortar, esse valor aceitava com a pintura. Uma afilhada minha queixou-se do mesmo do cabeleireiro porque pediu para cortar as pontas e veio pouco abaixo dos ombros, tendo em conta que ela tinha o cabelo enorme. Ela só chorava e disse que não cortava mais, entretanto disse-lhe que poderia ir a uma que era de confiança e ficou feliz porque só mesmo as pontinhas que ela cortou.
    Mas tens que ir cortando pelo menos duas vezes por ano para ele crescer saudável!

    ResponderEliminar
  5. 30€ é caríssimo. Da ultima vez que cortei paguei 5,50€, lavar com amaciador, cortar e esticar. Num cabeleireiro na zona do Parque das Nações, em Lisboa.
    Mas também detesto ir ao cabeleireiro, não só por cortar o cabelo, que também acho que abusam sempre, mas também porque detesto que me mexam no cabelo. Fazem-me sempre doer ao pentear...

    ResponderEliminar
  6. Olá Cristiana, estudo Marketing e estou a meio de um trabalho do curso onde preciso de um bom editor de fotos, e gosto muito da forma como tu tens a teu logótipo do blogue, a imagem onde diz "parcerias" "e-mail". Achas que me podes dizer como fazes isso? Ias-me ajudar muito

    deixo aqui o meu mail:
    ana_patriciazzita@hotmail.com

    Obrigada, beijinhos :)

    ResponderEliminar
  7. Um corte de cabelo de vez em quando não faz mal a ninguém :)

    ResponderEliminar
  8. Eu corto o meu de 2 em 2 meses e acredita que nesse intervalo o cabelo cresce muito... como está saudável cresce muito depressa. E tenho o cabelo do tamanho do teu! Em relação ao preço, sim é quase inadmissível. Eu vivo em Évora e a minha cabeleireira lava, poe mascara, corta e seca por 5€ :) e corta mesmo so as pontinhas

    ResponderEliminar
  9. Quando o resultado é o que esperávamos o dinheiro é bem investido. Mostra o resultado :P

    ResponderEliminar
  10. 30€ ? fogo . às vezes vou a uma cabeleireira onde leva 11€ e eu já acho caro . normalmente só pago 9€ , por lavar , cortar e secar :O

    ResponderEliminar