Bakenola lovers ou começar o dia de forma perfeita

junho 06, 2015


Para hoje temos o ingrediente para o pequeno-almoço perfeito. Foi assim que me foi apresentada a Bakenola.

 E eu posso dizer que já sou uma Bakenola Lovers. 
 Não há dia nenhum em que não tome o meu pequeno-almoço. Uns mais rápidos, outros mais demorados sentada a ver as notícias do dia, ou a ler a minha revista de eleição.


 Desde o dia em que recebi estas três garrafinhas em casa, que os meus pequenos-almoços são muito melhores, mais saborosos, mais nutritivos e que me dão imensa força para enfrentar cada dia.

 Passo a explicar-vos para que entendam o porquê de dizer que passei a ter melhores pequenos-almoços:
 A bakenola é uma granola caseira feita sem aditivos, conservantes, corantes e livre de açucares e óleos.
 Cada fornada de granola é embalada no menor espaço de tempo possível para que se guardem todas as características que a tornam única: o seu cheiro e o crocante dos muitos frutos que a compõem.
 Por não ser um produto industrial podem existir variações quanto ao seu aspecto. Não existem duas fornadas iguais.
 A base da bakenola é aveia, mel, azeite, água e flor de sal. Cada variedade tem uma selecção de sementes, frutos e sabores.
 A aveia é um cereal isento de glúten, no entanto, por ser tratado juntamente com outros cereais pode estar sujeito a contaminação cruzada. A bakenola gluten free é produzida com aveia com garantia gluten free. 

Recebi três variedades, a original que contém Aveia, sementes de sésamo, avelãs, amêndoas, nozes, banana desidratada, mel, azeite, flor de sal e água.

A Cacau que contém, Aveia, sementes de sésamo, cacau, coco, nozes, mel, azeite, água e raspas de chocolate 70% cacau.

E a Bakenola Algarve que contém Aveia, sementes de girassol, farinha de alfarroba, amêndoas, figos secos, mel, azeite, água e flor de sal.
Não sei se foi propositadamente ou não, mas terem-me feito chegar a Algarve tocou-me de alguma forma. Porque sinto que esta encomenda foi tratada com amor, pois como devem saber sou algarvia e tiveram esse cuidado.


 A primeira que experimentei foi a Bakenola Algarve e misturei-a com um iogurte magro de cereais.
 Não temos necessariamente de a comer desta forma. Podemos misturar com o que quisermos. Podemos colocar em cima de chantilly com uma bola de gelado, podemos comer num bolo acabadinho de fazer...

 O facto de vir numa garrafa já tudo misturado é uma grande ideia, e faz-nos poupar imenso tempo. Eu por exemplo, já levei uma delas para Beja, e de manhã é só abrir o iogurte, abrir a garrafa e deitar a quantidade desejada. Não perco tempo nenhum. E delicio-me com estes sabores.


Podem conhecer esta ideia tão inovadora, e tão portuguesa em http://www.bakenolalovers.com.
 

Sem comentários :

Enviar um comentário