Ela

outubro 07, 2015


Ontem não consegui, mas hoje senti-me na obrigação de vir aqui escrever qualquer coisa.

Ela morreu ontem. Recebi a notícia bem cedo pela minha mãe. Perguntei porquê?
Não tive resposta. Não há um porquê. Tinha de ser. Foi da idade.
Ela foi uma pessoa importante na minha cidade, e minha explicadora quando ainda andava no 3º ciclo. Ela marcou-me. Era bruta mas ensinava como ninguém me tinha ensinado. E ter explicações muitas vezes sozinha ou apenas com mais uma pessoa era óptimo.

Fui até ontem tentando sempre saber dela. E ia sabendo. 
Ainda há pouco tempo a minha mãe me tinha mostrado a festa surpresa que os filhos e netos lhe fizeram. Quase não a reconheci. Estava diferente.
Vou ter saudades.

Obrigada Professora Manuela Dias Pinto e até já.

Sem comentários :

Enviar um comentário