Hoje o dia é teu, mãe!

outubro 21, 2015


Foi há 49 anos atrás que nasceu a mulher que um dia se tornaria a pessoa mais importante da minha vida, a minha mãe!

 Hoje é o teu dia. Mais uma vez vou passá-lo longe de ti. Acho que é a 3ª ou 4ª vez na minha vida.
 Na primeira vez chorei, mas cada vez me custa menos. E custa menos porque sei que te digo tudo o que tenho a dizer sem ser preciso fazeres anos.

 Vou voltar a repetir-me (como sempre). Em primeiro lugar Parabéns!!! Foi há quase meio século que nasceste, apesar disso não aparentas ter a idade que tens e é muitooo bom!
 Obrigada por existires (obrigada avós), obrigada por seres a mulher que és, obrigada por seres a mãe que és para mim e para o Ricardo. 
 Ultimamente tenho-te agradecido imenso tudo. Tudo o que me dás, que me proporcionas, que me fazes sentir. 
 Estou em Lisboa única e exclusivamente graças a ti (e a mim clarooo), mas o financiamento é todo teu. Tu vives os meus sonhos comigo. Nunca duvidas que sou capaz. E isso é a maior força que alguém pode ter.

 És o meu pilar, o meu porto de abrigo e sei que aconteça o que acontecer vais ser sempre. É sempre aos teus braços que volto quando algo corre mal e também quando me sinto a pessoa mais felizarda do mundo, porque os teus braços são grandes e com o tamanho que tenho ainda me conseguem agarrar e fazer-me sentir em casa seja qual for o sítio do mundo onde estejamos.
 Dizem que a nossa casa é onde nos sentimos bem. Pois a minha casa é onde tu estás. 

 Obrigada por tudo e mais alguma coisa. 

 Um beijo enorme e Sexta espero ter um bolinho à minha espera. Pode ser o brigadeiro que tu fazes tão bem ou o de pão-de-ló com chantilly da Princesinha.

 PARABÉNSSSSSS!!! 

Sem comentários :

Enviar um comentário