Uber - A minha experiência

novembro 01, 2015


Quando ainda não vivia em Lisboa tinha imensa curiosidade em experimentar a Uber pois ouvia falar maravilhas.
 Para aí na minha segunda semana cá, experimentei.
 Instalei a aplicação, pus todos os meus dados e lá fui eu à descoberta. Gostei imenso da experiência. Vieram buscar-me mesmo à porta de casa, carro impecável, senhor muito bem cuidado e simpático. Deixaram-me onde pedi. A viagem acho que foi mais barata que se tivesse ido de táxi.
 Voltei a usar a Uber umas duas vezes. Ontem foi a última vez. Para o Strada correu tudo bem.  Viagem rápida, e paguei o valor que estava na estimativa.

 Do Strada para casa a coisa não correu assim tão bem. Fiz exactamente o mesmo processo de sempre. Chamar a Uber para o sítio onde estava, colocar a morada para onde queria ir e esperar. Dizia na aplicação que o carro demoraria uns 6/7 minutos a chegar. Até àquele dia tinham sempre demorado esse tempo ou até menos. Ontem já tinham passado 20 minutos e nada. O senhor ligou-me e eu disse onde estava. Eu conseguia ver na aplicação que ele andava às voltas. Passado imenso tempo lá me encontrou (a mim e ao meu colega de casa). 
 Entrámos e levámos um raspanete. Ah e tal, se nunca andaram de Uber eu explico. Têm de colocar o pin mesmo no sítio onde estão e blá blá blá. Eu disse que já tinha andado e nunca me tinha acontecido tal coisa.

 A meio do caminho o senhor alega que 'perdeu' a nossa morada e começa a andar às voltas. Eu digo-lhe a morada (que pelo menos na minha aplicação nunca de lá saiu) e ele não a coloca no gps continuando a andar às voltas. Estávamos pertíssimo de casa, a passar o IPL e ele deu tal volta que fomos parar ao Colombo onde já tínhamos passado.
 Passada quase meia hora (a viagem era de 4km e pouco) chegámos a casa. Senhor muito simpático a desejar bom fim-de-semana e tal.

 Uns minutos depois recebo o meu recibo com o total da viagem no e-mail. 11€???? A estimativa era entre 5-7€. Paguei 11€? Passei-me. O motorista é que demora imenso tempo a chegar e depois perde-se e eu é que pago por isso? 
 Decidi reclamar a minha tarifa paga. Escrevi um texto (sempre educada) a dizer o que tinha acontecido. Mas nunca pedi o meu dinheiro de volta. Simplesmente escrevi-lhes para que tivessem conhecimento do sucedido. 
 Passados nem 10 minutos recebo um e-mail de volta a dizer que de facto a rota tinha sido ineficiente e que me iriam devolver 3,38€ que foi o valor que paguei a mais. 
 Fiquei contente e incrédula. 
 Contente porque alguém me ouviu e percebeu o sucedido e incrédula porque nunca pensei que fossem tão eficientes. Era Sábado à tarde quase noite e responderam-me prontamente (e não, não eram aquelas mensagens automáticas).

 Apesar do que me aconteceu ontem, não vou deixar de usar a Uber. Aconteceu com um motorista e para além do mais, resolveram logo a situação. 
 Como podem comprovar, às vezes reclamar resolve as coisas. Desde que sejamos educados e coerentes. 

Sem comentários :

Enviar um comentário