18/12

dezembro 18, 2016


 Faz hoje 24 anos que o meu bisavô paterno morreu e 14 anos que a sua mulher, minha bisavó morreu também.
 Juntos uma vida, e morreram no mesmo dia, mais ou menos à mesma hora, com uma distância de 10 anos.
 Há coisas que não se explicam.

 Não me lembro do meu bisavô, morreu quando eu tinha menos de 6 meses. Mas da minha bisavó lembro-me tão, tão bem. Passava as minhas férias de Verão com ela, com a minha avó e o meu pai. 
 Lembro-me dos dias na casa dela nos 'bens', terra perto de Mértola. Lembro-me de a pentear, de passear com ela. Passados 14 anos ainda me consigo lembrar da sua voz. E isso deixa-me tão feliz. Lembro-me de algumas conversas que tivemos. Das prendinhas que fazia sempre questão de me dar nos anos e no Natal e de vez em quando, sem eu esperar. Lembrou-se até ao fim da sua netinha querida, do meu nome, da minha idade, de tudo. Era e será sempre a minha avó Cecília.

 Espero que eles estejam juntos em qualquer lugar, como sempre tiveram cá na terra.  

Sem comentários :

Enviar um comentário